Combater

Às vezes, é preciso combater. É preciso dizer que o outro está errado, que ele está falando besteira sobre um assunto que não conhece (e não quer conhecer). É preciso dizer o que é ético, o que é certo. É preciso discernir tudo o que é errado e anti-ético, imoral, e que faz mal. É preciso combater o ódio, muitas vezes com amor, outras tantas com força e integridade.

É preciso falar praquele ignorante que ele não sabe o que é Software Livre. É preciso dizer que o Software Livre é muito maior do que o GNU, muito maior do que uma pessoa ou do que suas declarações. É preciso dizer que o ignorante tornou-se troll. É preciso dizer que ele não sabe o que fala, e que deve calar-se. É preciso deixar que ele viva sua adolescência conturbada e por vezes medíocre, mas tomando cuidado para que isso não influencie outras pessoas ignorantes a tornarem-se trolls também. É preciso que esse troll saia do Twitter, saia do BR-[GNU/]Linux, saia dos fóruns movidos a coisas proprietárias; ou talvez seja preciso que ele fique lá, destilando seu ódio, veneno e ignorância para seus semelhantes.

É preciso combater o liberalismo de fachada, que é um veículo para o ódio. É preciso combater o ódio. É preciso combater a ignorância, novamente. É preciso combater o reacionarismo disfarçado de “livre mercado”, é preciso combater a falta de bom senso que ocorre quando se generaliza um partido político por um comportamento, é preciso combater o comportamento, é preciso fazer progresso social sempre, é preciso parar de se importar tanto com aqueles que não se importam.

É preciso combater o pastor ignorante. É preciso combater a ignorância, uma terceira vez. É preciso combater a “trollagem” do pastor, dos fiéis e dos simpatizantes a eles. É preciso combater a onda de “radicalismo conservador” que aflige a todos. É preciso combater a falta de amor ao próximo e o excesso de arrogância. É preciso combater as falsas palavras divinas, as falsas vontades de uma entidade, as falsas aglomerações públicas em torno de um erro.

É preciso combater o apresentador idiota, ignorante e presunçoso. É preciso combater o que se destila de ódio naquele país, porque nem todos têm um soro contra veneno de cobra criada. É preciso combater a ignorância, novamente, porque ela é o caminho mais fácil para o ódio, e o ódio retroalimenta a ignorância num ciclo difícil de ser quebrado. É preciso ensinar a aprender, e aprender a ensinar. É preciso combater a preguiça, essa desculpa tão usada e repetida que chega a dar preguiça de combatê-la. É preciso sair do sofá, mas não para ir para o Twitter ou Facebook; é preciso sair do sofá e ser crítico o suficiente para saber o que se deve fazer, porque não sou eu quem vou falar.

Memory mappings, core dumps, GDB and Linux

After spending the last weeks struggling with this, I decided to write a blog post. First, what is “this” that you are talking about? The answer is: Linux kernel's concept of memory mapping. I found it utterly confused, beyond my expectations, and so I believe that a blog post is the write way to (a) preserve and (b) share this knowledge. So, let's do it!

Read more...

Fazendo a Diferença

Deu saudade de escrever em português :-). E deu saudade, também, de fazer algum post mais “filosófico”.

Read more...

The GNU Radical

A friend of mine, Blaise, once told me not to introduce myself as “... what you would call a radical...”. He had listened to me talking to a person who were questioning what a Free Software activist does. My friend's rationale, to which I totally agree, is that you must let the other person decide whether she thinks you are a “radical” or not. In other words, if you say you are a “radical” from the beginning, it will probably induce the other person to a pre-judgement about you, which is not good for you and for her.

As I said, I agree with him. But I am going through a lot of situations in my life that are constantly reminding me that, maybe, I am that “radical” after all. I do not know whether this is good or bad, and I can say I have been questioning myself for a while now. This post, by the way, is going to be a lot about self-questioning.

Read more...

Brasil em Conserva

As eleições brasileiras já acabaram, e talvez eu devesse me sentir mais à vontade pra falar do assunto do que realmente me sinto. Não sei, mas tenho a impressão de que, dessa vez, as coisas aconteceram de um modo um pouco diferente do que o de costume. Aliás, não acho que tenha sido “coisa de momento”, e tampouco acho que seja uma exclusividade brasileira: as pessoas estão ficando mais conservadoras, mais “endireitadas”. E eu vou tentar explicar, talvez pretensiosamente, por que eu não acho que isso seja bom.

Read more...

Respectful Software

To what extent should Free Software respect its users?

The question, strange as it may sound, is not only valid but also becoming more and more important these days. If you think that the four freedoms are enough to guarantee that the Free Software will respect the user, you are probably being oversimplistic. The four freedoms are essential, but they are not sufficient. You need more. I need more. And this is why I think the Free Software movement should have been called the Respectful Software movement.

Read more...

Fedora on an Acer C720P Chromebook

Yes, you are reading correctly: I decided to buy a freacking Chromebook. I really needed a lightweight notebook with me for my daily hackings while waiting for my subway station, and this one seemed to be the best option available when comparing models and prices. To be fair, and before you throw me rocks, I visited the LibreBoot X60's website for some time, because I was strongly considering buying one (even considering its weight); however, they did not have it in stock, and I did not want to wait anymore, so...

Anyway, as one might expect, configuring GNU/Linux on notebooks is becoming harder as time goes by, either because the infamous Secure Boot (anti-)feature, or because they come with more and more devices that demand proprietary crap to be loaded. But fortunately, it is still possible to overcome most of those problems and still get a GNU/Linux distro running.

Read more...

Encrypting your e-mails to yourself using GnuPG

It has been a while since I dream of being able to send encrypted e-mail to everyone in my contact list. It is still a distant future, but fortunately it is getting closer with campaigns like the Reset the Net. And while I already send encrypted messages to a couple of friends, it is always good to discover (and share!) some configuration tips to make your life easy :-).

Read more...

FISL 15: Impressões, opiniões e discussões

Após quase 1 mês, cá estou pra compartilhar minhas impressões a respeito do FISL 15, que aconteceu em Porto Alegre, RS, entre os dias 7 e 10 de Maio de 2014.

Read more...

Being Permissive, the new Popular

This post is massively inspired by a post in the gnu-prog-discuss mailing list. This is a closed list of the GNU Project, and only GNU maintainers and contributors can join, so I cannot put a link to the original message (by Mike Gerwitz), but this topic is being discussed over and over again at many places, so you will not have trouble finding similar opinions. I am also “responding” to a recent discussion that I had with Luiz Izidoro, which is a “friend” (as he himself likes to say) of the LibrePlanet São Paulo group.

Read more...

Tags


Blogroll


I am also on




Legal matters


The following catch-all copyright notice and permission apply to all documents and postings in this blog that don't contain a copyright notice of their own, and whose copyright can be reasonably assumed to be held by Sergio Durigan Junior.

Copyright 2011-2014 Sergio Durigan Junior

Permission is granted to make and distribute verbatim copies of this entire document worldwide without royalty, provided the copyright notice, the document's official URL, and this permission notice are preserved.

The following licensing terms also apply to all documents and postings in this blog that don't contain a copyright notice of their own, or that contain a notice equivalent to the one above, and whose copyright can be reasonably assumed to be held by Sergio Durigan Junior.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.